Com um frugal, mas célere, 1.6 TDI de 105 cv, uma bagageira enorme, um espaço interior invejável e um preço de arromba,  o Rapid pode muito bem ser, como a Skoda afirma, o carro certo no momento certo.

É raro começarmos um ao volante pelo preço, mas no caso do Skoda Rapid é impossível passar à margem deste argumento. Nesta fase de lançamento, que a marca não refere quanto tempo dura nem o número de unidades em stock, o 1.6 TDI de 105 cv custa 19 900€ na versão base. Mesmo no caso do mais equipado Elegance, o preço fica-se pelos 22 650€, uma poupança de 2350€ face aos 25 mil que vai custar quando passar o período promocional. Se os 25 mil euros podem dar que pensar, mesmo com todos os argumentos associados ao Rapid, o valor agora pedido é muito convidativo. Não há nenhum outro pequeno familiar que custe o mesmo e tenha igual capacidade de mala, espaço interior ou a mesma dotação de equipamento e que seja equipado com um motor turbodiesel de 105 cv. No interior, a qualidade dos materiais deixa a desejar e o desenho não é dos mais inspirados, mas o banco traseiro acomoda muito confortavelmente dois adultos e oferece 780 mm de espaço para as pernas, um valor ao nível de um grande familiar. Outro ponto em destaque é a elevada solidez do Rapid, com um pisar decidido mesmo em pisos menos perfeitos. O 1.6 TDI também é refinado e bem insonorizado, além de oferecer uma convincente relação entre o que anda e o que gasta. Num percurso misto de quase 1000 km, sem pressas, mas também sem preocupações economicistas, acabámos com 5,3 l/100 km de média, um valor muito bom.

Assine Já

Edição nº 1460
Já nas bancas

Digital Papel

Top

Os mais recentes